Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Hobbies’ Category

Bom pessoal, estou eu aqui de volta depois de muito tempo! Não posso dizer que não senti falta de escrever, mas tive problemas em achar assuntos interessantes para compartilhar.

Nesse tempo várias coisas legais aconteceram, outras nem tanto assim, mas o importante é que no final sempre tudo dá certo!

O motivo de eu ter voltado aqui é compartilhar com vocês algumas novidades, como minha volta aos treino, de novo! Não vou falar que dessa vez vai, que dessa vez é sério porque já falei isso algumas vezes e nenhuma delas deu o resultado que eu esperava, ou melhor, estava indo tudo certo, dentro dos meus objetivos, mas alguma coisa no meio do caminho me distraiu e deixei que isso atrapalhasse todo o objetivo que eu tinha!

Hoje começo uma nova fase, na verdade já comecei a 2 semanas onde voltei a estudar música, mas hoje começo a treinar Crossfit.

Vou tentar colocar aqui as experiências vividas nos treinos e também vou compartilhar as experiências vividas no Coral com as novas técnicas que tenho aprendido nesse curso de música que estou fazendo, ainda não sei a frequência dos posts, mas prometo que não vai ser semestral!

Vamos que vamos….

Abraços

Leandro Sardim

Read Full Post »

A Guerra dos Tronos!

Pessoal, ontem eu finalmente terminei de ler o primeiro livro da série A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones) e quando terminei, fiquei pensando sobre o livro e sobre todos os sentimentos que vieram depois de terminar a leitura. Conclusão: Melhor livro que eu já li depois de Senhor dos Anéis!

Bom, na verdade esse comentário sobre Senhor dos Anéis foi meio infeliz, tem muita gente que fica comparando um ao outro e é bobagem, são livros completamente diferentes! Mas eu não estou aqui para falar das diferenças de um para o outro, vou focar no título.

O livro na versão brasileira está com a tradução portuguesa da terrinha, isso deixou muitas pessoas chateadas, bravas, e muito se falou sobre isso e o que eu achei? Bom, só percebi que era a tradução da pátria mãe quando estava no meio do livro e li e um outro blog uma mina revoltada com a questão. Foi daí que eu percebi o português rebuscado. Claro, se tivessem gajos, raios, bichas, etc. eu teria percebido antes, mas o enredo estava tão bom que nem notei nada, só a formalidade dos diálogos, e só fica meio claro isso nos que talvez não deveriam ser tão floreados! Mas pra quem já leu Machado de Assis, Basílio da Gama, Érico Veríssimo, José de Alencar, Euclides da Cunha e outros que nos obrigaram a ler durante o ginásio, vai achar esse livro fácil e com um português claro como cristal!

A Capa do livro é maravilhosa, muito bonita e reflete bem a ambientação do Norte de Westeros e a ameaça de que o inverno está chegando!

Westeros é o local que o autor criou para colocar os sete reinos com suas peculiaridades e intrigas, em Westeros os verões duram décadas e os invernos vidas! É estranho isso mas não existe uma rotina do tempo, o povo só sabe que um dia o inverno vem, e quando vier, salvem-se quem puder ou melhor salvem-se quem estiver no trono ou for amigo/aliado do rei!

No livro existe a famosa fantasia medieval, com honra, magia, dragões, cavaleiros e princesas, e existem também intrigas, traições, guerras, justas, entre outras coisas que só livros de fantasia medieval tem, mas com o próprio nome da série diz, o foco é na guerra pelo poder! Na cronologia atual do livro os 7 reinos estão unidos a um só, mas nem sempre foi assim e existe a possibilidade de cada reino se rebelar e voltar a ser um reino a parte ou sair para a guerra e se declarar o reino governante! Esses reinos são controlados por famílias, e o interessante é que essas famílias tem traços semelhantes e pelas características físicas dos membros, você consegue distinguir de que família as personagens descendem.

Falando um pouco da série, hoje ela é composta por 7 livros dentre os quais 4 já foram escritos, mas o plano original era pra ser 6 livros, só que o autor abriu tantos arcos que precisou de mais 1 livro para fechar tudo e decidiu dividir o volume 5 em 2. Fazem 6 anos que o autor está escrevendo o livro 5 (parte 1) e os fãns estão doidos com isso, se entrarmos no site do George R. R. Martin, vocês vão ver que a ultima atualização que ele posta sobre o livro é de 2008, e dá pra perceber pela forma como ele escreve o update que ele não aguenta mais cobrança! A verdade é, o cara se enrolou, fez as amarrações tão amarradas que agora precisa arrumar uma forma inteligente para sair e tá com problemas com isso!

A forma como ele escreve é bem diferente do que eu já tinha visto, ele basicamente dedica um capítulo por personagem, contando a estória sob visões diferentes! Isso e mais a quantidade de eventos simultâneos fazem do cara um gênio! Para escrever a “hitory line”  sendo contada cada capítulo por um novo ângulo e manter a coerência dos fatos é coisa de doido! Palmas para o malucão!

Outro fato interessante é que o George R. R. Martin está velho e demora cada vez mais tempo para entregar o próximo volume, o medo geral da galera é que ele morra antes de concluir a obra!

Gente, paro por aqui, estou com o dedo coçando para escrever Spoilers, mas não seria justo, leiam e tirem suas conclusões, 3 em 3 amigos que leram concordam comigo, melhor série de livros dos últimos tempos!

Em tempo, recomendo um outro livro, para vocês racharem o bico quando estiverem em alguma fila ou esperando avião/busão! Meu pai fala cada m*rda!

Falow´s

L. Sardim

Read Full Post »

Bom, vamos lá continuar com a saga dos Hobbies do Leandro!

Quadrinhos para mim é uma paixão antiga, desde pequeno eu sempre gostei muito de ler, aprendi a ler com 5 anos de idade e desde então por ser uma criança hiper-ativa minha mãe e meu pai arrumaram algumas alternativas para me distrair, uma delas foi a leitura!

Lembro-me de quando bem pequeno eu ficava esperando meu pai chegar do trabalho dele com alguma revistinha, ele comprava várias coisas do Maurício de Souza, e eu adorava! Algumas vezes ele trouxe pra mim revistas do Fantasma (o espírito que anda) mas eram quadrinhos adultos e eu não entendia direito aquelas coisas por ser muito pequeno. Bom, todo o ano a editora abril lançava o Almanacão de Férias da Turma da Mônica, e meus pais compravam pra mim e para minha irmã todo o ano, ela pintava o dela e eu lia as histórias!

Essa época eu era criança de tudo, e gostava de brincar que eu era o super-herói, amarrava uma toalha no pescoço e saia correndo pela casa. Algumas vezes eu mergulhava no chão na esperança de voar como o Superman, algumas vezes eu pegava a tampa do cesto de lixo que tinha na casa da minha mãe, e fazia daquilo o escudo do Capitão América, as vezes eu ficava jogando linhas para prenderem em algum lugar para eu pensar que era a teia do Homem Aranha!

O que eu sei é que essa época foi uma das mais legais da minha vida, eu era uma criança que brincava com a imaginação!

Depois dessa fase de criança, eu fazia cursinho pré-vestibulinho (é mesmo, pra entrar em escolas técnicas) e muitas vezes eu ia sozinho no busão sem ter o que fazer, e pegava a minha mesada e comprava revistas de super-heróis… Não sei porque, mas eu me lembro da primeira que eu comprei, não a tenho mais, só me lembro da imagem da capa e foi justamente isso que me fez comprar! Era uma revista do Wolverine, com um uniforme diferente do que eu conhecia, com uma .50 e  fumando charuto!

Wolverine #30 - Agosto de 1994 Editora Abril

 

Caras pirei nessa capa, eu gostava de super-heróis, desde pequeno via na teve o seriado pastelão do Batman, o desenho pastelão dos “Superamigos”, o desenho do Superhomem e seu cão Crypto, mas nunca tinha comprado revistas em quadrinhos de heróis, de repente eu na minha fase mais revoltada vejo uma capa dessa… Nossa, foi animal! Bom, não preciso falar que essa revista chamou outras, quando eu percebi estava comprando todas as revistas que envolviam mutantes!

Bom, como depois disso veio a escola técnica, trabalho, escola técnica de novo, e sempre trabalho eu comecei a comprar TODAS as revistas que tinham na banca… Comprava tudo, acabava de ler uma, comprava outra, e assim meu dinheiro de Stag foi se dissolvendo, mas foi legal, peguei algumas coisas legais no tempo que foram lançadas no Brasil, como a Morte do Superman, a morte do Robin, do Lanterna Verde, Arqueiro Verde, Batman paraplégico, retorno do Super, O Reino do Amanhã, Marvells, entre outras coisas muito legais! ! Por um tempo eu parei de comprar revistas, estava pagando carro, namorando, pagava internet, linha telefonica no meu quarto, entre outras… E a grana dedicada aos quadrinhos foi-se!

Eu continuava a comprar revistas, mas só estava comprando edições especiais, mini-séries, revistas anuais, entre outras, até que uma vez vi um cara entrando em um site para comprar revistinhas antigas, o site era o http://www.lucahq.com.br. Esse site não existe mais, mas foi legal que eu, cara de pau que sou, me tornei amigo do cara! Essa época começou uma saga do Batman muito legal, a saga Silêncio, e eu acompanhei a saga toda e aproveitei e comprei as todas as revistas da DC e algumas da Marvell. Passado alguns anos, resolvi casar. E paro de novo com esse esquema de revistinha em quadrinhos. 😦

Ano passado eu comecei a me estabilizar novamente depois do casório, e a Panini criou assinatura para as revistas, e resolvi fechar o pacote Full-DC! Caras, que da hora, todo o mês vem em casa todas as revistas! Fiquei tão empolgado que esse ano resolvi renovar o Full-DC e assinar o Full-Marvell, hoje recebo em casa cerca de 20 revistas em quadrinhos por mês, e para mim é um “higienizador mental”!

Recomendo à todos os fãns de quadrinhos que liguem na Panini e fechem a assinatura mensal, vale a pena!

Eu acredito que daqui pra frente vou sustentar esse vício até passar o bastão pra, quem sabe, meu filho que está para nascer! Quem sabe ele se interessa por isso e assim como eu, amarra uma toalha no pescoço e brinca pensando que é um super-herói prestes a salvar o mundo da destruição.

Abração

L. Sardim

Read Full Post »

O Rei dos Hobbies – Parte 3 – O RPG

Brrrrrruuuuuuuuuu Esse Blog estava as moscas… Eae pessoal, tudo certo?

Bom, vamos lá, primeiro eu tenho que me desculpar com vocês, andei meio relapso esses dias, mas é que não deu pra postar, não tive tempo, e chegava tarde em casa e no trampo não tinha a mínima inspiração pra postar nada!

Tá chega de desculpas e vamos para o que interessa, o Hobbie do Post como já falei anteriormente é o temido, odiado, evitado RPG!

Bom, antes de falar se é ou não o jogo do capeta, vou começar explicar quais são os tipos de jogo de RPG e o que caracteriza um.

Primeiro RPG é sigla em inglês de Role-Playing Game ou traduzido porcamente como Jogo de Interpretação. Para ser um RPG primeiro precisa haver uma história sendo contada e depois o desenrolar dos fatos deve ser decididos pelos jogadores que estarão interpretando seus personagens. Essa interpretação se dá no momento que o jogador analisa a “ficha do personagem” e decide alguma ação baseada nela e/ou começa um diálogo com algum NPC (Non-Player Character).
Putz.. quanto termo técnico! Mas um dia eu explico isso com mais detalhes, o povo andou reclamando do post do aquário que ficou enorme!!

Existem basicamente 2 tipos de RPG, mas dentro desses tipos existem várias derivações, mas vamos às básicas:

1) RPG Eletrônico
2) RPG propriamente dito (alguns chamam de mesa, de livro, etc…)

O RPG normal pode ser jogado individualmente ou em grupo, mas hoje em dia scripts de aventuras (histórias) solo estão em extinção e a graça do jogo é o grupo! Dentro desse jogo em grupo existem a forma clássica e mais legal que é o pessoal se reunir na casa de alguém ou em algum lugar público e os outros pra quem é anti-social o bastante ou não tem grupo pra jogar que são os PBEM e PBF (Play by Email e Play by Forum). O grupo geralmente é formado por um cara chamado narrador ou mestre e os jogadores.
A função do Narrador é, claro, narrar a aventura e arbitrar as regras do jogo, os jogadores por sua vez são responsáveis por participar da história contada interagindo com o mundo imaginário em que estão jogando.

Exemplo de um jogo ambientado na idade média (bem tosco mas aqui é pra ser bem simples)

Narrador: Vocês estão na porta de um Castelo, está escuro e a chuva não tarda a vir, está frio e vocês estão cansados, famintos, e suas armas estão precisando de um reparo. O que vocês fazem?
Jogador 1: Como líder do grupo eu vou virar e digo a todos: – Pessoal, vamos procurar abrigo nesse castelo, estamos precisando de abrigo e comida, vocês concordam?
TODOS: – Sim, vamos
Jogador 1: Vou até a porta do castelo e grito pelo guarda do portão.
Narrador: Uma flecha vem em sua direção e te acerta no escudo e um grito vem em resposta: – Sumam daqui seus vagabundos, não queremos sua presença aqui.

Bom, e por aí vai… os jogadores vão decidindo o que fazer, nesse caso haveriam várias opções, sair fora mesmo, tentar argumentar com o guarda, tentar arrombar a porta do castelo, tentar escalar o muro de pedra, enfim, uma infinidade de opções que só o Jogador 1 poderia imaginar!

Mas como são decididas as coisas? Como o Narrador sabe que a flecha acertou o escudo do cara? Bom, isso é fácil, existem livros de regras para o jogo que podem ser muito simples ou muito complexo, existem vários livros de regras que são normalmente chamado de Sistema de Jogo. Eu já vi sistemas que com 50 pgs vc lia e já era, mas tb já vi sistemas com vários livros de 300 pgs só com as regras básicas! Vai do gosto dos jogadores decidir o sistema que querem jogar. Ahhh geralmente cada sistema tem uma característica própria de ambientação, ou seja, normalmente os sistemas que funcionam para Fantasia Medieval, não funcionam para uma Realidade Futurista, existem os sistemas genéricos também, que servem pra qualquer coisa, mas não são muito jogados ultimamente aqui no Brasil!

Os jogadores normalmente escolhem uma profissão e uma raça, normalmente isso interfere em como o jogador deverá conduzir o personagem, Existem milhares de customizações e é praticamente impossível haver algum personagem igual. Ahhh eu falei sobre os NPC, mas não disse que eles são interpretados pelo Narrador!

Bom, os dados! Os dados servem para dar aleatoriedade ao jogo, existem algumas tarefas que são muito fáceis e triviais e não precisa de nenhum dado para verificar sucesso ou não, por exemplo abrir uma porta! Agora se a porta está trancada, chamamos o Arrombador do grupo e rolamos o dado para saber se ele teve ou não sucesso. Normalmente o Narrador tem o nível de dificuldade para se abrir a porta e o Arrombador já tem uma habilidade com algum bônus para somar ao resultado do dado, quanto mais experiente o Arrombador é, mais fácil vai ser para ele abrir a porta.

Alguém ganha o jogo? Não, no RPG não existe ganhador ou perdedor, ele é um jogo de colaboração e interação entre as pessoas que não evidencia o destaque para um ou outro jogador, todos acabam sempre ganhando em um jogo como o RPG. O RPG nunca acaba? Pode nunca acabar sim, vai depender do saco dos jogadores e do narrador continuar com os mesmos personagens, mesmo mundo, mesma história e pode sim levar anos para alguém dizer que não quer mais jogar aquela aventura!

Bom, o RPG eletrônico é baba, todo gamemaníaco já ouviu falar de clássicos como Final Fantasy, Phantasy Star, The Legend of Zelda, e isso é um RPG eletrônico. Em alguns desses você pode customizar seu personagem como em um jogo de RPG normal, mas em outros esse nível de customização é bem menor, mas não importa, vc decide como o personagem vai ser e segue uma história que pode mudar de roteiro conforme for desenrolando os fatos! Eu virei fã de RPG devido a um RPG Eletrônico, o Phantasy Star do Master System! Nossa, me encantei com o jogo que tinha vários personagens nas cidades e vilas para eu ir conversando, interagindo, comprando e vendendo coisas, e a história tinha uns 3 ou 4 finais diferentes! Depois que eu ganhei um Super Nintendo o jogo que me chamou a atenção foi The Secret of Mana, e comecei ao vício do Final Fantasy e Dragon Quest! Na era do Playstation o meu predileto foi Xenogears e a continuação Xenosaga, bom, posso listar para vocês trocentos RPGs eletrônicos que eu joguei e salvei mas tenho que manter o post o menor possível. Agora existe um outro tipo de RPG Eletrônico que muitas pessoas  jogam e talvez nem saiba que é um RPG os chamados MMORPG (Massive Multiplayer On-line Role-Play Game) Meu, esses se tornaram uma mina de grana para a indústria dos games, o jogador paga uma mensalidade, compra o jogo e pode se conectar a um mundo virtual onde ele interage com outros jogadores no mundo todo! Os mais famosos aqui no Brasil são World of Warcraft (o melhor) e Ragnarok On-Line (onde eu começei).

O RPG pode ser usado para o aprendizado, alguns educadores estão usando o RPG para ensinar história, português, geografia, e outras disciplinas e existem eventos que debatem esse tema no Brasil todo. O aluno que joga RPG se interessa mais por leitura, aprendem mais fácil e começam a gostar de disciplinas que eles achavam um saco antes. Não é incomum vocês acharem algum relato de um jogador de RPG dizendo que aprendeu inglês por causa do RPG. Eu mesmo melhorei muito minha leitura com livros de RPG importados! Aliás, pra quem começa a jogar os livros nacionais são muito bons sim!

E finalmente, o RPG é o jogo do capeta? Definitivamente não…. Você pode ambientar a sua história da forma que você quiser, você pode ajudar Josué a derrubar as muralhas de Jericó, pode visitar a Terra Média de Tolkien e pode ir para o Inferno de Dante, mas isso depende das pessoas que estão jogando, então “do capeta” é o desgranhento que quiser, mas o RPG não é!

O RPG mata pessoas? Não também… A porcaria da mídia é sensacionalista e só coloca a matéria “JOVEM MATA AMIGO E DIZ QUE FOI POR CAUSA DE JOGO”, mas nunca vai acompanha o que aconteceu depois… Até agora não foi provado nenhuma morte por causa de jogo nenhum, geralmente é o safado do assassino que coloca a desculpa no jogo e/ou alega insanidade mental para discernir o que é jogo e o que não é. Repito, isso não existe, o jogo é um jogo normal e tudo é resolvido nos dados, não existe essa de eu ter de dar um tapa na cara do meu colega porque o jogo mandou. O jogo não manda nada, e quem pede ou faz uma coisa dessas é um verdadeiro sacripantas do inferno! As editoras de RPG nacional tem perdido muita grana com esses casos, e já estão começando a ir atrás para processar os desgranhentos que alegam que foi o RPG que os fez matar alguém. O maior problema das pessoas é a desinformação, todo mundo acha que sabe alguma coisa só por ter lido no jornal uma matéria a respeito e já sai com o efeito telefone sem fio espalhando bobagens! Todo mundo sabe que o repórter principalmente o de internet não tem tempo para pesquisar mais nada direito pra fazer uma matéria, e tenho certeza que quase todos nunca viram um livro de RPG na frente. Eu sou contra esse tipo de coisa, para falar sobre algum assunto primeiro vc precisa saber o que é, vc precisa ver para ter alguma opinião, não dá pra sair falando como verdade absoluta o que você ouviu de uma pessoa que também não tem a mínima idéia do que esteja falando!
Convido a todos que quiserem saber mais sobre o RPG a vir algum sábado no Centro Cultural São Paulo, na rua Vergueiro e assistir algum grupo de RPG que se reúne lá. Logo de cara vocês vão reparar que as pessoas estão sentadas no chão, com um lápis e um papel, provavelmente vai ter uma pilha de livros no chão e alguns dados! Esses caras vão estar com uma garrafa de 2lts de coca, sacos com pão ou bolacha e vão estar rindo e falando alto. Você vai ouvir coisas do tipo “Eu vou pegar minha espada vingadora sagrada e vou sentar a espadada na cara desse monstro!” ou “Maldito Elfo, o que estás fazendo por aqui?”

Bom, vou postar alguns links para conhecerem mais o assunto

Sobre o que é RPG pela visão da Wikipedia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Role-playing_game
Sobre o que é MMORPG pela visão da Wikipedia – http://pt.wikipedia.org/wiki/MMORPG
Editora de RPG – http://www.daemon.com.br/home/ ou http://www.devir.com.br/ ou http://www.jamboeditora.com.br/
Portal de RPG mais acessado no Brasil – http://www.rederpg.com.br/portal/modules/news/
Sistema de RPG mais jogado no Mundo – http://www.wizards.com/default.asp?x=dnd/welcome

Ahhhh Caverna do Dragão = Dungeons & Dragons tá? Quem gostava desse desenho um dia já gostou de RPG e o Mestre dos Magos na verdade é a tradução porca de Game Master (Narrador ou Mestre) e os jogadores eram os personagens Eric, Diana, Presto, etc… e as profissões eram, Cavaleiro, Bárbaro, Ladra, etc…

Abração pessoal

L. Sardim

Read Full Post »

Bom… Hoje vou falar do meu Aquário de 300 lts que não dá trabalho! Eu sempre tive vontade de ter um aquário, desde que eu era pequeno lá em SBC. Mas sei lá porque criaram esse mito dos infernos dizendo que aquário dá trabalho e minha mãe sei lá porque também não me deixava ter um! Talvez ela achasse que dava trabalho mesmo!

Isso é fogo, porque lá em casa sempre tivemos canários, mas caramba, sei por experiencia própria que canário dá muuuuito mais trabalho de cuidar do que peixe e ao meu modo de ver eu não troco meu tanque por um viveiro independente do trampo que dá um ou outro. Bom, resumindo, depois que casei ter um aquário foi um dos meus primeiros objetivos após estabilizar na vida (um pouco mais de um ano depois de casar).
Graças a Deus a Cá não embaçou nessa, aliás, ela adorou a idéia, ela achava lindo um aquário marinho, mas a coitada não sabia o custo de ter um, então deu folga pra minha vontade crescer e quando ela percebeu eu estava chegando com o tanque em casa…! Vou contar a história toda do aquário pra vocês que não sabem:

Eu estava com a boca espumando pra ter um esquema desses, saí comprando livros sobre aquarismo marinho e já tinha entrado em um forum, bom aí foi simples, era ir em uma loja e fazer uma cotação! Bom, eu só conhecia a loja lá no shopping morumbi, a que tinha um aquário de uns 4k Lts mais ou menos com um tubarão lá dentro! Era um espetáculo… Eu fui lá e começei a ver preços de tanques pequenos, tipo uns 80 lts no máximo 100 e era meio caro. Comecei a falar em juntar grana pra comprar! Bom, do nada um amigo que eu já sabia que teve um tanque desses, comentou comigo que iria dar o tanque dele, pq tava estorvando na casa dele e não tinha pra quem dar! HEHEHEHEHEHEHE o mundo começou a conspirar para eu ter a parada e eu peguei o tanque pra mim. Bom, quando eu cheguei em casa com o tancão, a Cá começou a chorar, falou que “aquele trambolho vai estragar a minha salaaaaa, buáááá…” Apesar de eu falar pra ela as medidas do aquário, ela não imaginava que era tão grande, e sei lá, ela não gostou do móvel e os vidros estavam meio riscados, enfim, fez eu ficar bravo e querer quebrar o tanque.
Depois de umas 2 semanas de aquário lá fora de casa desmontadão, e eu sem vontade nenhuma de mexer nisso, meu primo que é marcineiro, veio em casa e perguntou se eu não queria que ele fizesse um móvel novo pro Aquário. Bom, o ânimo voltou com tudo agora e pra convencer a Cá eu tive de fazer uma cristaleira e um Rack pra TV novo combinando com o móvel novo do aquário… Bom, mas isso faz parte de qualquer negociação pós-matrimônio :-)!
Mais experiente nos foruns eu achei uma loja chamada Ecomarine (www.ecomarine.com.br) e o cara que me atendeu por acaso era o dono da loja e fez “O” atendimento, marcou um horário, veio em casa, olhou o tanque que eu tinha, e fez um orçamento! Putz… a coisa foi feia, a Cá me olhou com uns olhos de quem vai matar, e eu não falei nada com o cara na hora! Bom, conversamos com mais calma depois e resolvi fechar o esquema… Gente eu vou colocar umas fotos aí pra vcs verem, mas pra quem quer começar não se assuste, eu não comprei tudo isso de uma vez e o mais caro eu paguei em várias vezes, mas no final vale a pena!

Bom, vai lá o Aquário primeiro!

Show de bola né?? Bom, ele tem 150 cm x 50 cm x 50 cm com um total de 300 Lts bruto! Tenho 10 Peixes 6 Espécies de Corais, e uma Anêmona.

Bom, agora vamos ver o por que não dá trabalho!

1) O Aquário marinho, diferente do Doce, quanto menos você mexe no ambiente melhor, quanto menos você trocar água melhor, quanto menos você colocar a mão melhor.
2) Os equipamentos que são necessários para montar são muito mais caros e sofisticados, não existe um filtro, mas tem Skimmer, Bactérias, microorganismos, etc…
3) Os peixes de aquário marinho, depois de ambientados e com o aquário bem estabilizado e equilibrado, vivem muito mais do que os de agua doce. (fora que são MUITO mais bonitos)
4) Eu otimizei os processos de manutenção do aquário, fazendo essa atividade muito mais tranquila e fora que o prazer de ter um hobbie é fazer alguma coisa, então se eu quisesse algo bonito que eu não precise fazer nada era só comprar um quadro!

Bom, vamos aos detalhes do aquário…

Primeiro a água
Eu estou estocando 300 Litros de água em 3 galões, 1 deles tem água salgada e 2 água doce, mais pra frente vou explicar porque.

Reparem que os tanques tem uma tampa que “lacra” o conteúdo do galão!

Agora como fazer a água:

Vocês acham que é só pegar a água da torneira e colocar lá e já era?? HAHAHAHAHA!! A água que bebemos vem contaminada com uma série de coisas que prejudicam a vida dos animais, como vários tipos de metais, cloro, micro algas da rede pública, dejetos de animais, entre outras coisas que não vem ao caso agora contar, e precisamos tirar tudo isso da água! Dá pra filtrar isso? Não! Os filtros geralmente são para retirar partículas muito grandes e alguns componentes minerais ainda permanecem na água. Então a solução é compra um Deionizador ou um Filtro de Osmose Reversa. Como o RO (Reverse Osmosis), como é mais conhecido, é caro pra dedéu, eu tenho um Deionizador, que sai mais barato e tem um resultado tão bom quanto, mas tem que regular a vasão de água para no máximo 50 Lts/Hr e isso é um saco fazer, mas depois de um tempo vc pega prática! O Deionizador tem uma resina que tira da água tudo o que não é H²O, por meio de atração de elétrons, por isso depois de um tempo essa resina precisa ser substituída. Dá pra você fazer um Deionizador em casa, mas eu achei muito mais prático comprar um pronto! Claro fazer em casa é muito mais barato, mas eu ainda não tenho uma bancada e ferramentas suficientes para manter um desses!

Isso é um Deionizador!

E um outro modelo que eu tenho, mais simples:

Bom, como a vazão disso é de 50Lts/Hr eu dou espaço pra outro Hobbie… hehehehehehehehe

Legal… Passado o tempo de purificação da água, precisamos misturar o Sal. Não é um sal de cozinha normal não, é um sal específico para isso; ele vem com várias substâncias encontradas nos oceanos, como cálcio, magnésio, iodo, etc e normalmente se coloca 1Kg de Sal para cada 30 Lts de água. Eu roubei a balança de cozinha da Cá para ser mais preciso. Bom, dá pra seguir essa regra e fechar os olhos?? Não… Tem que conferir pra ver se a densidade da água está Ok, então usa-se um densímetro ou um refratometro. Eu comprei um refratometro, porque o densímetro não é tão preciso!

O tal do sal sintético importado! Esse balde tem 30Kg de sal.

A gente usa a Pipeta para pegar a água e colocar na área azul do aparelho para medir… depois colocamos  olho no visor para verificar a densidade.

Legal, estamos com a água feita, agora é só colocar lá e deixar rolar?? Não… hehehehe Dá uma olhada o que tem em baixo do móvel do meu aquário!

Vou explicar em mais detalhes cada acessório aqui em baixo!
1) Vou começar com a reposição de água que é mais fácil… Bom, todo mundo sabe que a água varia do estado líquido pro gasoso (resumão besta mas só preciso falar desses 2 estados da água) e isso se torna um ciclo na natureza. No aquário a água também evapora, e o sal fica, fazendo com que a densidade da água mude no decorrer do tempo, portanto eu projetei um tanque de reposição de água doce no meu aquário (por isso 2 galões de água doce), tenho uma bóia que no mundo da aquariofilia marinha a gente chama de “Eclusa” e um tanque propriamente dito. Como eu não tenho um reator de cálcio, eu aproveito a água de reposição para repor também o cálcio, magnésio e iodo que são absorvidos pelos corais.

Segue o detalhe desse sistema de reposição:

Essa é a “Eclusa”

E o tanque com os potes de cálcio, magnésio, etc…

2) Agora para manter a qualidade de vida dos aquário boa, não é só uma água de boa qualidade, precisamos manter a temperatura estável, precisamos manter uma circulação de água boa também e para isso eu coloquei 2 bombas de circulação com capacidade de girar, cada uma, 3 vezes o volume de água do aquário por hora, coloquei um termômetro para controlar se a temperatura está muito quente e quando passa da temperatura programada ele aciona 2 ventiladores para esfriar o ambiente e coloquei um termostato de 300W para aquecer a água quando ela está muito fria. Bom, isso tudo tem que estar em perfeita harmonia, tudo “configurado” direitinho e vc vai manter a temperatura e a oxigenação ideal para seus animaizinhos.

Segue o detalhe:

Esse é o Termômetro

Os Ventiladores

E o termostato com os peixe-palhaço assustados com o Flash (a luz estava apagada e tive de usar Flash)

3) Já falei de água, sal, temperatura, densidade, e agora falarei da iluminação. Bom, para simular o meio ambiente em que os peixes vivem, precisamos observar as fazes do sol no decorrer do dia e implementar no aquário também. Para isso usamos lâmpadas especiais e timers que ligam e desligam as luzes conforme programamos. Os tipos de lâmpadas que escolhemos interfere diretamente no tipo de coral que iremos cultivar no aquário, eu não posso cultivar corais duros! Só corais moles e LPS.

Eu como só tenho 2 tipos de lâmpadas (pode usar mais se quiser e tiver espaço e grana) por uma limitação de espaço, só tenho 2 timers.

4) A parte mais importante do Aquário é o Skimmer… Não queira montar um aquário se você não pode comprar um Skimmer hiper-ultra-master-superdimensionado! A maré tem várias funções no ecosistema dos recifes de coral, e uma delas é levar a sujeira pra fora do oceano (sempre o lixão volta – vide Praia Grande no carnaval) e o Skimmer faz as bolhas e a espuma que tira a porcaria toda que os peixes fazem no aquário + restos de comida + coisas que não tem que ficar lá no aquário! Outra parte importante do aquário limpinho são as chamadas Rochas Vivas (RV), que são o habitat natural das bactérias que limpam boa parte da nhaca!

5) pra finalizar vou só falar da alimentação dos peixes… Existem 2 tipos de alimentos básicos, os naturais e os processados! Dentre os naturais podemos comprar e administrar os congelados e os vivos, e os processados temos em flocos e em grãos! Eu uso em 90% dos casos alimentos processados que já vem com as vitaminas e substâncias que os peixes precisam, mas é bom administrar alimentos vivos para eles caçarem e se divertirem comendo. Dos alimentos processados eu tenho 2 tipos, os alimentos vegetais e os não vegetais. Tenho os 2 tipos em flocos e em grânulos.

Esses são os alimentos… Os em amarelo são alimentos vegetais, tem um potinho de flocos e um de grânulos, o resto é alimento não vegetal, tb em flocos e grânulos!

Bom… acho que já dei um “overview” do meu aquário e de como é a manutenção disso tudo, vocês devem estar assustados com a quantidade de coisa que tem que saber e fazer para manter, mas gente, esse é o barato do esquema, estudar alguma coisa que lhe dá prazer e não é nada relacionado ao trabalho! Eu não gasto 5 minutos diários para alimentar os animais, gasto uns 30 minutos mensais com limpeza de vidro e leito do aquário e quando eu preciso realizar alguma manutenção de água (troco só 10% de 20 em 20 dias) não levo mais que 45 minutos. O detalhe importante é que essa troca de 10% é só da água que fica em baixo do aquário (no chamado SUMP), não preciso trocar mais nada e mesmo assim eu só troco depois de fazer testes e comprovar que a coisa tá feia, pois não tem sentido trocar água sem ter um motivo!
Pra quem quer começar o Hobbie e está com dificuldades, pode deixar um comentário ou me manda um e-mail que eu tento ajudar!
Eu poderia ficar aqui escrevendo sobre a importância do substrato marinho na manutenção do aquário, mas não é a idéia do Blog detalhar esse tipo de assunto, eu só quis mesmo dar uma visão geral do esquema pra quem não conhece e pra quem já sabe como é e está procurando coisas mais aprofundadas sobre o assunto podemos bater um papo também, mas não sou expert nesse assunto ainda!

Galera, chega… esse é sem dúvida o meu maior post e acho que vai ser por um bom tempo!

Té +

L. Sardim

Read Full Post »

Hoje é sexta feira, dia do meu rodízio…  Graças a Deus não vou ficar parado no trânsito tanto quanto todos os outros dias! Sexta é um dia legal também porque a gente lembra que falta pouco pra chegar o sábado, falta pouco pra dormir até tarde, coçar o grão, etc… Mas tem jente que por incrível que pareça usa o sábado para trabalhar. Muitos trabalham mais em casa sábado do que nos dias da semana, e sem zueira muitas vezes é mesmo por culpa do vivente.
Tem gente que tem Hobbies, geralmente isso dá um trampo do cão, é claro, quem tem o Hobbie sabe que vai dar trampo, mas como a vida tá difícil, o cara tá stressado, ele precisa de alguma atividade extra trampo para esfriar a cuca. Bom, tem cara que é Hobbie maníaco, não pode ver uma coisa diferente e já vai se propondo a fazer, mas depois olha o trampo que deu e percebe que está mais stressado do que antes de inventar pra cabeça, briga com a esposa e depois se arrepende de ter iniciado mais um Hobbie! Eu sou um desses caras, exceto que eu me arrependo depois e minha esposa já me conheceu assim e até respeita isso.
Po eu adoro fazer coisas fora da minha vida profissional, tenho um aquário marinho de 300 Lts (que não dá trabalho pra cuidar), jogo RPG (de vez em quando), estudo música e sou regente de um coral e agora canto barítono em um quarteto vocal (todo o fim de semana), coleciono e assino todos os Gibis Marvell e DC, e agora eu inventei mais uma: Preparar Carnes para Churrasco!!!!
Depois vou falar mais sobre cada um desses Hobbies, imagino que muita gente está pensando: Barítono??? RPG??? Aquário não dá trabalho???

Flw´s ae…

L. Sardim

Read Full Post »