Feeds:
Posts
Comentários

O Nome do Vento

Fala pessoal, tudo bem? Fazia tempo que eu não postava 2 vezes em um único mês, mas como eu estou em férias, agora eu consigo ter um tempo para me dedicar ao Blog. Aliás, essas férias prometem, já li 3 livros – Ramsés – A batalha de Kadesh, Rangers: Ordem dos Arqueiros Vol1 e O Nome do Vento! (Bom, esse post ficou em rascunho por 1 ano, não vou mudar nada do que tinha escrito naquela época para preservar o que houve naquele tempo!)

Pelo visto já perceberam qual eu gostei mais né? Na verdade acho que não é bem assim, eu ainda tenho mais 2 livros da série Ramsés para terminar de ler, assim como 6 livros da série Rangers e vou dar meus pitacos sobre toda a série. Já livros que eu considero absurdos literários eu já vou escrevendo mesmo não terminando de ler todos, como é o caso da Guerra dos Tronos e agora do O Nome do Vento!

Como da última vez eu fiz, volto a repetir a fórmula, vou me atentar para não escrever Spoilers, somente vou dar detalhes que já estão contidos na contra-capa e língua do livro e que qualquer um de vocês poderia pegar na livraria e ler antes de comprar o livro.

O Nome do Vento é o primeiro livro escrito pelo seu autor, o americano Patrick Rothfuss, e já ganhou alguns prêmios como “Best Books of the Year” (2007) – Publishers Weekly – Science Fiction/Fantasy/Horror e #1 NYT Best Seller. Mas a vida não foi assim tão fácil, entre uma procura de emprego e outra, ele escreveu uma longuíssima estória que deu o nome de The Song of Flame and Thunder (algo como A Canção da Chama e do Trovão). Ele tentou publicar, mas até então ninguém se interessou realmente em “comprar” a idéia, até que ele conquistou um prêmio chamado Writers of the Future e com isso conseguiu chamar a atenção da DAW Books que acabou comprando a obra e a dividiu-a em uma série de 3 livros chamada Cronicas do Matador de Rei.

Bom, é isso ae, agora falemos do livro!

Ele conta a história do Kvothe (se pronuncia Kuouth) que é filho do líder de um grupo Edena Ruh, uma família nômade especialista na arte do entretenimento, e vivia feliz, viajando de cidade em cidade, mostrando seus números espetaculares. Várias coisas acontecem, e um dia Kvothe sai para dar uma volta e encontra sua trupe toda assassinada! Os eventos a seguir são narrados de forma empolgante e mostram como Kvothe chegou até a Universidade e começou a virar uma lenda em seu mundo!

A forma como o autor mostra os eventos é através do próprio Kvothe narrando sua auto-biografia para um Cronista e esse primeiro livro representa o primeiro dia de narração. O Kvothe que narra a aventura virou o proprietário de uma hospedaria e mudou o nome para Kote mas ainda não sabemos o motivo de tudo isso e provavelmente só saberemos no terceiro livro!

Esse é o resumo do que está escrito na contracapa, mas o que chama mesmo a atenção é a maestria com que o autor consegue nos fazer gostar ou odiar certo personagem, é como ele criou um mundo de fantasia totalmente diferente do que estamos acostumados!

Ficom por aqui!

L. Sardim

Anúncios

Primeiro ano do meu filho Lucca

Luga no porta malas do nosso carro!

E ae pessoal, tudo bem?

Estava pensando sobre o que escrever e não consigo pensar em outra coisa no momento a não ser o primeiro aniversário do meu filhote. Quem me conhece sabe que sempre quis ser pai, sempre imaginei eu com um filho bem bagunceiro, bem traquinas, infernizando a vida da minha esposa!

Bom, cuidado com o que você deseja, seus desejos podem se realizar. E não é que o meu se realizou?

Vou começar a falar desde a gravidez, eu descobri que seria pai em um carro alugado, voltando do RJ com o Chagas e o Schindler! Estávamos parados em um posto de gasolina reabastecendo o carro e recebi a ligação da Cá confirmando o fato!

Logo depois foi interessante, ela se tornou o centro das atenções de todo mundo, desfilava com o barrigão pra cá e com o barrigão pra lá, nesse ponto nem me importava mais se seria menino ou menina, se seria arteiro (a) ou não, eu queria somente que nascesse com muita saúde! Como todo papai e mamãe coruja, gravamos em DVD todos os exames de ultrasonografia, só tivemos a infelicidade de perder um exame pois o DVD deu problema e não tínhamos pensado em levar outro. Dica, leve sempre mais de 1 DVD virgem para fazer a ultrasonografia!

Bom, paparicação pra cá, paparicação pra lá e os 8 meses passaram muito rápido, o Lucca reconhecia minha voz, se mexia toda a vez que eu falava perto da barriga da Cá, e era muito legal. Mas do 8 pro 9 mês… Meu Deus! Que calor insuportável, a Cá enorme com pressão baixa, ansiedade, e tudo que se tem direito nessa época! Já tínhamos o quarto do bebê pronto, com vários brinquedos, roupas, trecos de bebê, etc, e nada do Lucca nascer, queríamos saber como ele seria, com quem ele iria parecer, do que ele iria gostar, se seria quietinho ou bagunceiro! Ahhhhh que sensação unica!

E nessa época também é época de ouvir comentário sobre tudo, sugestão, causos, dicas e várias coisas sobre bebês, e uma dessas dicas chamou a atenção da Cá. A pessoa que deu a “dica” disse pra Cá que nas ultimas semanas de gravidez, em semana de Lua Cheia, ela andasse bastante e lá vamos nós para o shopping! Meu, fomos no shopping no sábado dia 27/02/2010 e lá ficamos andando de um lado para o outro, jantamos no Outback com uns amigos e voltamos pra casa. Já no domingo dia 28/02/2010 voltamos para o shopping, dessa vez almoçamos com outros amigos, e lá vamos nós andar novamente e no meio do almoço a Cá me fala: -Lê, estou tendo contrações e eu estou contando já tem uns 30 min que está em intervalos regulares de 5 min.

Meu, gelei!

Perguntei se ela queria ir para o hospital, e ela estava super calma, disse que ainda não era a hora, então almoçamos normal! As 15:30 eu saí de casa como todo domingo e fui para o ensaio do Coral, e dei a seguinte instrução: Quando for a hora me liga. Passou o ensaio e nada de ligação, eu evitei ligar pra saber como ela estava pra evitar a ansiedade e fiquei esperando. Mais ou menos 20:00 o Coral é chamado para cantar, e eu estou caminhando para minha posição de regente e meu celular toca no meio da caminhada! Eu já sabia… não precisava ver quem era e o que era, eu sei que o Coral começou a cantar comigo regendo, e eu nem abri a partitura! Quando terminamos de cantar, tínhamos mais um número para apresentar e fiz sinal para um colega corista e pedi para ele assumir meu lugar que o Lucca estava chegando!

É… Fomos para o Hospital, liguei para todos os amigos e familiares, disse que estávamos dando entrada na internação da Cá e fui orientado a ir pra uma salinha e colocar a uma roupa esterilizada para acompanhar o nascimento do meu pimpolho. Nesse tempo ela já estava sendo preparada para o parto, e eu fiquei longe dela, e na boa, é a pior parte! Mas essa primeira vez, passou rápido. Fui pra salinha, já estava o Dr. um assistente, a Cá estava em um quarto que parecia quarto de hotel, tinha um sofá mesa, e só faltava uma TV (atenção hospitais, segue uma idéia) e ficamos conversando, eu o Dr e o assistente! Vira e mexe entrava uma enfermeira, o anestesista, alguém da equipe e o relógio correndo. O Dr avisou que o Lucca estava em uma posição difícil para parto normal, mas que ele ia tentar até quando desse para o bebê não sentir nada. E foi isso que aconteceu, ele tentou até não dar mais e decidiu por fazer o parto via procedimento cirúrgico (cesariana). Entrou uma pancada de gente na sala e pediram pra eu sair e aguardar em outro lugar e aí sim foi a pior parte, meu, enquanto eu estava vendo e falando com a Cá, eu estava normal, não estava preocupado, não estava nervoso e estava tudo bem, mas quando tive de descer aquele 1 lance de escada e ficar sentado em um sofázinho em uma salinha escondida, eu fiquei doido! Andava de um lado para o outro, não conseguia ficar sentado e o pior, o tempo não passava!

Quando se lembraram de mim (isso é verdade, tinham se esquecido que eu estava lá em baixo) eu subi correndo a escada e entrei no centro cirúrgico a Cá já estava toda amarrada na mesa cirúrgica e o Dr estava quase abrindo o buraco na barriga dela. O engraçado é que tinha uma enfermeira do meu lado, pronta para me atender caso eu tivesse algum problema e claro eu não tive problema, eu estava vendo a Cá, e tudo estava sob controle. Bom, eu vi tudo e o único momento que eu fiquei perdidão e alguma coisa fora do normal aconteceu comigo foi quando eu peguei o Lucca no colo pela primeira vez! Putz… aquilo foi demais!É

É hoje completa 1 ano que essa história aconteceu, e hoje eu tenho em casa um pedacinho de gente que traz uma alegria tremenda por onde passa, fora o rastro de bagunça!

Abraços e até a próxima!

A Guerra dos Tronos!

Pessoal, ontem eu finalmente terminei de ler o primeiro livro da série A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones) e quando terminei, fiquei pensando sobre o livro e sobre todos os sentimentos que vieram depois de terminar a leitura. Conclusão: Melhor livro que eu já li depois de Senhor dos Anéis!

Bom, na verdade esse comentário sobre Senhor dos Anéis foi meio infeliz, tem muita gente que fica comparando um ao outro e é bobagem, são livros completamente diferentes! Mas eu não estou aqui para falar das diferenças de um para o outro, vou focar no título.

O livro na versão brasileira está com a tradução portuguesa da terrinha, isso deixou muitas pessoas chateadas, bravas, e muito se falou sobre isso e o que eu achei? Bom, só percebi que era a tradução da pátria mãe quando estava no meio do livro e li e um outro blog uma mina revoltada com a questão. Foi daí que eu percebi o português rebuscado. Claro, se tivessem gajos, raios, bichas, etc. eu teria percebido antes, mas o enredo estava tão bom que nem notei nada, só a formalidade dos diálogos, e só fica meio claro isso nos que talvez não deveriam ser tão floreados! Mas pra quem já leu Machado de Assis, Basílio da Gama, Érico Veríssimo, José de Alencar, Euclides da Cunha e outros que nos obrigaram a ler durante o ginásio, vai achar esse livro fácil e com um português claro como cristal!

A Capa do livro é maravilhosa, muito bonita e reflete bem a ambientação do Norte de Westeros e a ameaça de que o inverno está chegando!

Westeros é o local que o autor criou para colocar os sete reinos com suas peculiaridades e intrigas, em Westeros os verões duram décadas e os invernos vidas! É estranho isso mas não existe uma rotina do tempo, o povo só sabe que um dia o inverno vem, e quando vier, salvem-se quem puder ou melhor salvem-se quem estiver no trono ou for amigo/aliado do rei!

No livro existe a famosa fantasia medieval, com honra, magia, dragões, cavaleiros e princesas, e existem também intrigas, traições, guerras, justas, entre outras coisas que só livros de fantasia medieval tem, mas com o próprio nome da série diz, o foco é na guerra pelo poder! Na cronologia atual do livro os 7 reinos estão unidos a um só, mas nem sempre foi assim e existe a possibilidade de cada reino se rebelar e voltar a ser um reino a parte ou sair para a guerra e se declarar o reino governante! Esses reinos são controlados por famílias, e o interessante é que essas famílias tem traços semelhantes e pelas características físicas dos membros, você consegue distinguir de que família as personagens descendem.

Falando um pouco da série, hoje ela é composta por 7 livros dentre os quais 4 já foram escritos, mas o plano original era pra ser 6 livros, só que o autor abriu tantos arcos que precisou de mais 1 livro para fechar tudo e decidiu dividir o volume 5 em 2. Fazem 6 anos que o autor está escrevendo o livro 5 (parte 1) e os fãns estão doidos com isso, se entrarmos no site do George R. R. Martin, vocês vão ver que a ultima atualização que ele posta sobre o livro é de 2008, e dá pra perceber pela forma como ele escreve o update que ele não aguenta mais cobrança! A verdade é, o cara se enrolou, fez as amarrações tão amarradas que agora precisa arrumar uma forma inteligente para sair e tá com problemas com isso!

A forma como ele escreve é bem diferente do que eu já tinha visto, ele basicamente dedica um capítulo por personagem, contando a estória sob visões diferentes! Isso e mais a quantidade de eventos simultâneos fazem do cara um gênio! Para escrever a “hitory line”  sendo contada cada capítulo por um novo ângulo e manter a coerência dos fatos é coisa de doido! Palmas para o malucão!

Outro fato interessante é que o George R. R. Martin está velho e demora cada vez mais tempo para entregar o próximo volume, o medo geral da galera é que ele morra antes de concluir a obra!

Gente, paro por aqui, estou com o dedo coçando para escrever Spoilers, mas não seria justo, leiam e tirem suas conclusões, 3 em 3 amigos que leram concordam comigo, melhor série de livros dos últimos tempos!

Em tempo, recomendo um outro livro, para vocês racharem o bico quando estiverem em alguma fila ou esperando avião/busão! Meu pai fala cada m*rda!

Falow´s

L. Sardim

A juventude!

Fala pessoal, resolvi voltar a escrever no meu Blog! Nesse tempo que estive fora, posso dizer que estive muito ocupado (e feliz) cuidando do meu filho junto com a Cá, mas não foi pra falar isso que eu resolvi voltar a postar!

Do ultimo Post pra cá, muita coisa aconteceu, Felipe Neto, Fiuk, Restart, Santos Campeão da Copa do Brasil, etc… e perdi o timming de todos esses assuntos, mas o que mais anda me incomodando é essa nova geração. Eu não estou chateado por eles serem dessa forma, ou com inveja, ou outras coisas, eu na verdade estou preocupado com meu filho! Imagino que se a coisa continuar dessa forma, 90% dos colegas de classe dele vão ter tido pelo menos uma experiência homossexual, vão ser vidrados em pseudo-artistas, não vão ter opinião própria e não vão ser capazes de fazer nada sozinhos a não ser colocar nos iPods/tocadores de MP3 as músicas ruins que acumularam durante a vida!

Um exemplo disso é esse vídeo, olha que absurdo, dá um ligo:

Esse é o retrato que vejo praticamente todas as semanas esperando minha prima no Shopping Morumbi! Não é um adolescente ou outro que são assim, praticamente TODOS são assim!

Tá, você pode dizer que eu sou chato, já fui rebelde, já fiz minhas merdas na vida! Sim, fui rebelde, fiz minhas merdas mas nunca fiz nenhuma “retardadisse” dessa! Incrível que eu vivi minha adolescência nos anos 90 (nasci em 80) e tudo quanto era coisa ruim dessa época eu deixei quieto, tinha opção de não seguir a “modinha”, na verdade a “modinha” praticamente não existia, ou melhor tinha, mas era pra um grupo pequeno e específico de gente! A grande maioria das pessoas (que eu convivia) tinha seus gostos próprios, apesar de seguir tendências dos artistas favoritos, mas não era retardado desse jeito!

Eu me lembro que usar calça xadrez era modinha por causa das bandas Grunge (Pearl Jam, Soundgarden, Stone Temple Pilots, etc…)  mas era caro e normalmente a gente não tinha grana pra andar com essas coisas, nossos pais não deixavam, havia senso de ridículo naquela época e ninguém chorava porque não tinha uma calça grunge!

Hoje a “modinha” não é usar uma calça xadrez com metade da cueca aparecendo, a modinha é ser homossexual! É gostar de pessoas do mesmo sexo (não tenho nada contra as pessoas que gostam, mas não concordo com elas e tenho direito de não concordar, mas não de discriminar). Bandas como Restart pregam esse tipo de coisa, fazem com que dezenas de milhares adolescentes achem normal usar roupas coloridas, achem normal amar uma pessoa em um dia e não amar mais no outro dia, achem normal viver em um mundo de faz de conta com sentimentos falsos!

Vou colocar aqui a definição de amor que peguei na Wikipedia:

A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeiçãocompaixãomisericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação.

Vou me focar na ultima frase, onde se fala do vínculo emocional com alguém ou com algum objeto!

Agora pensa comigo, você acha que alguém da banda Nx0, Restart, Fiuk, e outras coisas lixo dessa época, amam mesmo seus fãs? Você acha mesmo que amor se restringe a um S2, S2 (Esse Dois, Esse Dois)?

Eu discordo de todo e qualquer tipo de agressão física e verbal/emocional, mas esse tipo de atitude (garota falando que nem criança retardada) gera raiva nas pessoas! Pessoas que lutam todo o dia no trabalho, no trânsito, na escola/faculdade ou até em casa, que tem que lidar com situações sérias, doenças, problemas de família, precisam mesmo aturar isso? Eu mesmo penso que dá vontade de dar uns bofetes pra ver se acorda e volta pro mundo real, mas imagina, eu um cara equilibrado (hahahahaha) só penso isso, mas tem gente também retardada que não só pensa, como faz, ou melhor, não pensa, só faz.

Tá, cada um tem direito de ser como quiser, e fazer da sua vida o que quiser, mas não to questionando as pessoas, eu estou questionando os empresários que estão destruindo uma geração a troco de grana! Estão acabando com o que pode ser o futuro do mundo pra poder viver o agora! Caramba, lança uma banda adolescente que gosta de comer legumes, mas não lança uma banda adolescente que tira o senso de realidade dos fãs!

Adolescente é bobo, eu já fui um, qualquer coisa que fale que é Teen eles tão aderindo, não importa o que seja, então faz logo uma coisa Teen que gosta de se alimentar direito, que gosta de estudar e se divertir na boa com os amigos, sem essa de ficar um sentando no colo do outro e falando que ama a catota que sai do nariz do outro!

Bom, resumindo… To com medo do que vou enfrentar em 2025 (qdo o Lucca tiver 15 anos), hoje em dia as meninas são fúteis e fáceis, os meninos são tão femininos (com todas as características) quanto as meninas e não sei como isso pode piorar, uma coisa é certa, vai piorar!

É isso gente, vou parar por aqui, to ficando revoltado de novo! Semana que vem se tudo der certo (inspiração vier) eu volto a escrever!

L. Sardim

Bom, vamos lá continuar com a saga dos Hobbies do Leandro!

Quadrinhos para mim é uma paixão antiga, desde pequeno eu sempre gostei muito de ler, aprendi a ler com 5 anos de idade e desde então por ser uma criança hiper-ativa minha mãe e meu pai arrumaram algumas alternativas para me distrair, uma delas foi a leitura!

Lembro-me de quando bem pequeno eu ficava esperando meu pai chegar do trabalho dele com alguma revistinha, ele comprava várias coisas do Maurício de Souza, e eu adorava! Algumas vezes ele trouxe pra mim revistas do Fantasma (o espírito que anda) mas eram quadrinhos adultos e eu não entendia direito aquelas coisas por ser muito pequeno. Bom, todo o ano a editora abril lançava o Almanacão de Férias da Turma da Mônica, e meus pais compravam pra mim e para minha irmã todo o ano, ela pintava o dela e eu lia as histórias!

Essa época eu era criança de tudo, e gostava de brincar que eu era o super-herói, amarrava uma toalha no pescoço e saia correndo pela casa. Algumas vezes eu mergulhava no chão na esperança de voar como o Superman, algumas vezes eu pegava a tampa do cesto de lixo que tinha na casa da minha mãe, e fazia daquilo o escudo do Capitão América, as vezes eu ficava jogando linhas para prenderem em algum lugar para eu pensar que era a teia do Homem Aranha!

O que eu sei é que essa época foi uma das mais legais da minha vida, eu era uma criança que brincava com a imaginação!

Depois dessa fase de criança, eu fazia cursinho pré-vestibulinho (é mesmo, pra entrar em escolas técnicas) e muitas vezes eu ia sozinho no busão sem ter o que fazer, e pegava a minha mesada e comprava revistas de super-heróis… Não sei porque, mas eu me lembro da primeira que eu comprei, não a tenho mais, só me lembro da imagem da capa e foi justamente isso que me fez comprar! Era uma revista do Wolverine, com um uniforme diferente do que eu conhecia, com uma .50 e  fumando charuto!

Wolverine #30 - Agosto de 1994 Editora Abril

 

Caras pirei nessa capa, eu gostava de super-heróis, desde pequeno via na teve o seriado pastelão do Batman, o desenho pastelão dos “Superamigos”, o desenho do Superhomem e seu cão Crypto, mas nunca tinha comprado revistas em quadrinhos de heróis, de repente eu na minha fase mais revoltada vejo uma capa dessa… Nossa, foi animal! Bom, não preciso falar que essa revista chamou outras, quando eu percebi estava comprando todas as revistas que envolviam mutantes!

Bom, como depois disso veio a escola técnica, trabalho, escola técnica de novo, e sempre trabalho eu comecei a comprar TODAS as revistas que tinham na banca… Comprava tudo, acabava de ler uma, comprava outra, e assim meu dinheiro de Stag foi se dissolvendo, mas foi legal, peguei algumas coisas legais no tempo que foram lançadas no Brasil, como a Morte do Superman, a morte do Robin, do Lanterna Verde, Arqueiro Verde, Batman paraplégico, retorno do Super, O Reino do Amanhã, Marvells, entre outras coisas muito legais! ! Por um tempo eu parei de comprar revistas, estava pagando carro, namorando, pagava internet, linha telefonica no meu quarto, entre outras… E a grana dedicada aos quadrinhos foi-se!

Eu continuava a comprar revistas, mas só estava comprando edições especiais, mini-séries, revistas anuais, entre outras, até que uma vez vi um cara entrando em um site para comprar revistinhas antigas, o site era o http://www.lucahq.com.br. Esse site não existe mais, mas foi legal que eu, cara de pau que sou, me tornei amigo do cara! Essa época começou uma saga do Batman muito legal, a saga Silêncio, e eu acompanhei a saga toda e aproveitei e comprei as todas as revistas da DC e algumas da Marvell. Passado alguns anos, resolvi casar. E paro de novo com esse esquema de revistinha em quadrinhos. 😦

Ano passado eu comecei a me estabilizar novamente depois do casório, e a Panini criou assinatura para as revistas, e resolvi fechar o pacote Full-DC! Caras, que da hora, todo o mês vem em casa todas as revistas! Fiquei tão empolgado que esse ano resolvi renovar o Full-DC e assinar o Full-Marvell, hoje recebo em casa cerca de 20 revistas em quadrinhos por mês, e para mim é um “higienizador mental”!

Recomendo à todos os fãns de quadrinhos que liguem na Panini e fechem a assinatura mensal, vale a pena!

Eu acredito que daqui pra frente vou sustentar esse vício até passar o bastão pra, quem sabe, meu filho que está para nascer! Quem sabe ele se interessa por isso e assim como eu, amarra uma toalha no pescoço e brinca pensando que é um super-herói prestes a salvar o mundo da destruição.

Abração

L. Sardim

2012

Fala pessoal! Tudo bem? Esse é meu post inaugural aqui no WordPress e já vou começar polemizando. O mundo vai acabar? HAHAHAHAHAHA

Bom, vamos lá qualquer conteúdo aqui registrado é minha unica e exclusiva opinião, quem estiver na lista dos radicais religiosos, filosóficos entre outro tipo de radicalismo, por favor, feche a janela!

Já você que está com o coração aberto para uma verdadeira viagem na maionese, fique a vontade para debater, mandar e-mail, ligar, etc!

Vou começar a falar sobre as teorias do fim dos tempos que existiram na história da Humanidade! Até agora os incrédulos estão ganhando com uma vantagem de 100% de acerto em relação aos conspiradores! rsrsrsrsrsr

Ano 1000 – Previram que o fim do mundo iria acontecer aos 1000 anos depois da morte de Cristo, como não aconteceu nada, disseram ter errado o calculo prevendo 1033,  já que o “Ano Zero” é contado a partir do nascimento do Nazareno. Bom, não há mais registros sobre o que aconteceu com o distinto “profeta do fim dos tempos” mas ele errou!

Ano 1524 – Astrólogos previram uma inundação que começaria em Londres, no dia nem chuviscou! A desculpa esfarrapada foi que erraram a data em 100 anos, e o ano certo seria 1624. Claro os maledetos já estariam mortos 100 anos depois!

Ano 1533 – Um tal de Melchior Hoffmann, “profeta” anabatista, previu que um milênio e meio depois da morte de Cristo o mundo seria consumido em chamas! Esse foi preso e morreu na cadeia.

Ano 1537 – O astrólogo francês Pierre Turrel, teve as moral de prever 4 datas para o fim do mundo, e não se tem notícia de um cara que mais errou 🙂 Os anos foram 1537, 1544, 1801 e 1814!

Ano 1648 – O judeu Zabbatai Zevi descobriu que ele mesmo era O Messias e iria naquele ano acabar com o mundo, mas como nada aconteceu, ele mudou a data para 1666 e acabou na cadeia e convertido ao islamismo!

Ano 1736 – O teólogo inglês Willian Whiston previu que o fim começaria novamente em Londres no dia 13 de outubro, e nesse dia tivemos no rio Tâmisa o primeiro congestionamento de barcos registrado! Todos estavam fugindo da inundação que mais uma vez não aconteceu e mais uma vez nem choveu!

Ano 1843 – O Adventista Willian Miller anunciou o apocalipse dia 3 de abril, depois 21 de março e por fim 22 de outubro do ano de 1843! Viveu para ver todos os seus fracassos e morreu 5 anos depois da sua ultima previsão errada!

Ano 1874 – Fundação dos Testemunhas de Jeová, anunciando o fim do mundo!

Ano 1881 – Egiptólogos previram o início do fim do mundo nesse ano, refizeram as contas depois e deu 1936 e depois 1953!

Ano 1914 – Testemunhas de Jeová anunciaram o fim (novamente)  para esse ano, erraram e tentaram de novo para 1919, depois 1925, depois 1943, depois 1975, depois eles disseram que iria acabar até o ano 2000 e por fim disseram que iria acabar nesse milênio! Eu acho que eles são melhores vendedores de revista do que profetas do fim do mundo!

Ano 1980 – Um astrólogo sensitivo árabe, previu que o mundo iria acabar com um alinhamento de Saturno e Júpter com os signos de Libra a 9 Graus e 24 minutos. Depois astrólogos sérios fizeram a conta e viram que isso não tinha nada a ver!

Ano 1982 – No livro “O Efeito Júpter” previram um cataclismo em 10 de março, como nada aconteceu, os autores disseram que um terremoto que aconteceu em 1980 mudou o destino do planeta para o nosso bem! 🙂

Ano 1999 – Várias profecias diziam que o mundo acabaria em 10 de março, mas os profetas disseram que o culpado era o Nostradamus!

Ano 2000 – Os teóricos do apocalipse disseram que o mundo acabaria 2000 anos após a morte de Cristo, como não aconteceu, disseram que a data era 2033, e zeramos a conta de novo!

Gente, sem noção esses caras não?

Bom, 2012 surgiu de uma idéia de que o calendário Maia acaba em 21/12/2012, isso todos sabem, o que não está se falando muito é que os Maias tinham 3 calendários, um que fechava a conta em 260 dias, chamado de Tzolk’in e depois veio um outro para ser usado em con junto, já com 365 dias chamado Haab’.

Nem o sistema Tzolk’in nem o Haab’ numeram os anos. A combinação de uma data Tzolk’in e uma data Haab’ era suficiente para identificar uma data para a satisfação da maior parte das pessoas, já que uma combinação destas não se repete antes de 52 anos, muito acima da expectativa de vida geral da época.

Estes dois calendários eram baseados em 260 e 365 dias respectivamente, o ciclo completo se repete exatamente a cada 52 anos Haab’. Este período era conhecido como um Ciclo de Calendário. O fim do Ciclo de Calendário era um período de tensão e má sorte entre os maias, eles esperavam para ver se os deuses concederiam outro ciclo de 52 anos.

Como as datas do Ciclo de Calendário só podem distinguir datas em 18.980 dias, equivalentes a cerca de 52 anos solares, o ciclo se repete aproximadamente uma vez em uma vida, e portanto, um método mais refinado para manter datas era necessário para registrar a história de forma mais precisa. Para manter datas, portanto, sobre períodos mais longos que 52 anos, os mesoamericanos criaram o calendário da Contagem Longa.

O nome Maia para dia era k’in. Vinte destes k’ins são conhecidos como um winal ou uinal. Dezoito winals fazem um tun. Vinte tuns são conhecidos como k’atun. Vinte k’atuns fazem um b’ak’tun.

O calendário da Contagem Longa identifica uma data contando o número de dias desde a criação Maia de 4 Ahaw, 8 Kumk’u (11 de agosto de 3114 a. C. no calendário gregoriano ou 6 de setembro no calendário juliano). Mas em vez de usar uma base 10  como a numeração ocidental, os dias da Contagem Longa eram registradas em um esquema de base 20 modificada. Assim, 0.0.0.1.5 é igual a 25, e 0.0.0.2.0 é igual a 40. Como a unidade winal reinicia após contar a 18, a Contagem Longa usa a base 20 consistentemente só se o tun for considerada a unidade primária de medida, não o k’in, com o k’in e winal sendo os números de dias em um tun. A contagem longa 0.0.1.0.0 representa 360 dias, em vez de 400 em uma contagem de base 20 pura.

Tabela de unidades da Contagem Longa
Dias período da Contagem Longa período da Contagem Longa anos solares aproximados
1 = 1 K’in
20 = 20 K’in = 1 Winal 0.055
360 = 18 Winal = 1 Tun 1
7,200 = 20 Tun = 1 K’atun 19.7
144,000 = 20 K’atun = 1 B’ak’tun 394.3

Existem também quatro ciclos de ordem maior raramente usados: piktunkalabtun,k’inchiltun, e alautun.

Como as datas da Contagem Longa não são ambíguas, a Contagem Longa era particularmente bem adaptada para o uso em monumento. As inscrições monumentais não só incluíam os 5 dígitos da Contagem Longa, mas também incluiam os dois caracteres tzolk’in seguidos pelos dois caracteres haab’.

Bom, é claro que eu tirei essas informações da Wikipedia, mas agora vamos voltar para a minha lógica!

Todos sabem que o calendário que usamos começa no dia 1 de janeiro e termina no dia 31 de dezembro né? O que acontece quando chega dia 31 de Dezembro? Pra quem respondeu 1 de Janeiro eu pago um doce! Logo o calendário maia chega na sua data final de ciclo dia 21 de dezembro de 2012 e volta para o seu início no dia 22 de dezembro de 2012!

Simples assim :-O !

O esquema do calendário Maia é só o começo das baboseiras que vem por aí! Eles estão dizendo que os Maias previram que o fim do seu calendário sabendo que iria acontecer uma explosão solar, que derreteria o núcleo do planeta Terra, fazendo com que as placas tectônicas se desprendessem e se movimentassem causando muita dor e sofrimento, tsunamis, fendas, explosões, terremotos, e tudo o que há de ruim ao mesmo tempo!

Bom, já sabemos que acontecem explosões solares de tempos em tempos, se eu não me engano são de 9 em 9 anos, e já vivenciamos várias dessas! O que aconteceu? NADA!

Concluindo, já tentaram várias vezes falar que o mundo vai acabar, já profetizaram em nome de vários deuses, já tomaram vários ácidos e viram o apocalipse, e esse para mim é mais uma dessas alucinações. O legal é que a gente tem a oportunidade de tirar sarro dos que acreditam nessas baboseiras e se for verdade (o que não é) vamos morrer mesmo, então não adianta se preocupar, se acontecer isso mesmo, não sobra nenhuma alma viva no planeta e se sobrar, o distinto não vai saber viver sem internet, Wikipedia, Google, entre outras coisas modernas que deixaram o ser humano preguiçoso. Eu duvido que o pequeno número de possíveis sobreviventes conseguiria sobreviver sem remédios modernos, sem comida processada, etc…

Bom, é isso ae!

Até a próxima.

L. Sardim

Pessoal,

Depois de muito tempo, depois de terminar o Telsinc Datacenter PE 2010, estou de volta, e vou falar um pouco de uma data importante para nós Santistas. Essa data não é o Aniversário do Pelé, do Clube ou de qq outra pessoa, mas o dia das eleições para presidente do clube.

Gente, é obrigação nossa ir para a urna (quem pode votar é claro) para tirar o safado do Marcelo Teixeira do poder, aliás, eu usei o termo safado e vou explicar porque!

Bom, tem pessoas mal informadas que dizem não haver oposição no Santos, mas sempre existiu sim e vou escrever um pouco sobre isso:

Existe hoje um portal da oposição (www.santistaroxo.com.br) que hoje é o portal mais acessado de notícias sobre o Santos, esse portal é mantido pela oposição denominada Resgate (e que nunca se considerou a única via alternativa no clube).

Não há história recente de oposição entre os grandes clubes brasileiros como as do Santos F.C. e do Vasco da Gama. A grande diferença entre ambas são as seguintes:
1ª) no clube carioca o delírio de um Eurico Miranda já não se refletia em conquistas dentro de campo, enquanto que aqui, apesar do MT, ganhamos dois brasileiros e dois paulistas, muito pouco é verdade, mas conquistas suficientes para calar qualquer oposição que não fosse atuante;
2ª) dentro do Conselho Deliberativo do clube carioca havia proporcionalidade entre conselheiros da situação e da oposição, o que sempre ajuda a dar alguma esperança aos sócios no caso de algum lunático querer perpetuar-se no poder e achar que é o dono do clube;
3ª) no Vasco havia um ícone da história do clube, o Roberto Dinamite, o que faz com que os resultados obtidos pela Resgate sejam ainda mais expressivos.

Muitos dirigentes de grandes clubes não conseguem entender como esta oposição resiste ao tempo no Santos F.C., principalmente à partir do surgimento da geração Diego/Robinho/Elano ocorrido em 2002, exatamente um ano e meio após a criação da Resgate.

É ainda mais difícil entender como esta oposição resistiu após o golpe do estatuto, perpetrado na calada da noite em 2003.

Imaginem o governo Lula alterando as regras, partindo para um terceiro mandato e, por exemplo, um José Serra não podendo mais ser  candidato.

Pois no Santos o governo MT conseguiu esta proeza!

Pessoas como Fernando Silva e Pedro Luiz Nunes Conceição, sócios há 30 anos, remidos e candidatos em 2001 (Fernando Silva como presidente) e 2003 (Pedro como vice do grande Luis Alvaro) não podem mais ser candidatos hoje. E o MT que não poderia mais se reeleger, da noite para o dia ficou podendo…e indefinidamente.

Só para lembrar ou avisar quem não sabe, mas antes de 2003 cada presidente só poderia se reeleger uma vez, não podendo mais ser candidato, o conselho era dividido 50% entre a oposição e a situação e o sócio poderia votar depois de 1 ano de contribuição. Outro detalhe importante foram os requisitos para ser candidato a presidente que praticamente deixou a oposição sem candidatos!

Isso foi parecido com algumas empresas fazem para ganhar um edital no governo, tirando que se alguma empresa faz um edital fechado dessa forma, a empresa concorrente consegue impugnar o edital e dá um baita trabalho para o órgão do governo justificar porque fez aquilo!

Este é só um exemplo para que todos tenham a idéia do tamanho do golpe, pois é lógico que há outros candidatos elegíveis de peso, mas no contexto geral esbarramos nos problemas de família, saúde, financeiro, etc…

Para mais uma vez defender a tese da importância desta oposição, no clube mais popular e de maior torcida do país, o Flamengo, o candidato vencedor tem pouco mais de 800 votos e a presença de eleitores não chega a 1.900 sócios.

Nas eleições de 2003 do SFC, mesmo após a conquista do brasileiro em  2002 e a badalação do time em 2003, a Resgate  obteve 950 votos, com o clube registrando a maior presença de eleitores da sua história, mais de 2.500 sócios.

Só mais um exemplo de oposição responsável e atuante: em 2005, mais precisamente em abril, quando o famigerado Wagner Ribeiro começou a ensaiar um discurso de saída do Robinho (e por míseros 10 milhões de dólares…eu falei dólares), um grupo de notáveis torcedores do SFC, capitaneados pelo Fernando Silva, formou um fundo de investimentos e apresentou ao MT a proposta para queo SFC recomprasse os 40% dos direitos federativos do Robinho (que já pertenciam ao jogador desde 2004), para que o clube desfrutasse mais um ano da genialidade do jogador, pudesse obter mais conquistas, valorizasse ainda mais o seu atleta e o segurasse até a Copa do Mundo de 2006…..o MT até hoje não respondeu ao grupo de notáveis.

Bom, vamos falar um pouco do plano de gestão do Luiz Alvaro Oliveira Ribeiro (LAOR), vou colocar aqui as informações contidas no site da chapa O Santos Pode Mais (www.osantospodemais.com.br)

1) Time Forte

  • Jogadores identificados com o clube + pratas da casa (valorização mútua)
  • Elenco dimensionado para todas as competições do ano
  • Fim das “barrigas de aluguel”

2) Comissão Técnica

  • Equipe Fixa
  • Treinador + 1 Assistente
3) Departamento Médico e CEPRAF
  • Reforço da equipe
  • Avaliação de performance e metas
  • Foco na prevenção
4) Novo Sistema de Remuneração
  • Fixo + variável por objetivo
5) Rodízio de Jogos
  • Nossa casa é  Vila Belmiro, mas o Santos é um time Mundial
  • Jogos em SP e em outras Cidades
  • Retorno Financeiro + patrimônio de longo prazo (torcedores + sócios) + impacto da marca
6) Divisões de Base
  • Preservação dos interesses do clube – Permanência e Direitos econômicos
  • Rede de observadores / ex-jogadores
  • Parcerias com clubes do interior de SP e outros estados
  • Transparência nas contratações e renovações
  • Dimensionamento de primeiros contratos
  • Responsabilidade Social
7) Futebol Feminino
  • Investimento contínuo
  • Referência na modalidade
  • Escolinhas Femininas
  • Valor Agregado
  • Santos Mermaids
8) Redemocratização dos Estatutos
  • Anulação das mudanças ocorridas sem discussão ou aprovação dos associados
  • Proporcionalidade no conselho
  • 1 Reeleição
9) Gestão profissional e transparente
  • Princípios de Governança Corporativa
  • Executivos de Mercado a frente dos departamentos
  • Metas, Objetivos e avaliação de performance
  • Publicação (trimestral) e envio do balanço aos sócios
  • Aprovações Específicas de Investimentos
  • Divulgação (semestral) da composição dos direitos econômicos dos atletas
  • Ouvidoria
  • Conselho Orientação Fiscal (formado em votação direta)
  • Auditoria permanente e revisão de demonstrações financeiras
  • Comite de Gestão
  • Controladoria Interna
  • Departamento Jurídico atuante – em todas as áreas do clube
  • Break-even em 2010
  • Crescimento de top e botton line para os próximos 6 anos
  • Santos Management
  • Fim da passividade do clube em relação ao mercado de futebol
  • Empresa especialmente criada para gerir a carreira e a imagem dos atletas
  • Santos paga direitos de imagem, não faz uso
  • Direitos de imagem não são saídas tributárias, são capital do clube
10) Marketing
  • Santos FC = Marca Mundial
  • Integração profissional com a Marca Pelé
  • Ajuste de valores de propriedades, patrocínios e cotas
  • Campanha de associação em massa – 100 Mil sócios no centenário
  • Comunicação Multiplataforma com o torcedor/consumidor – Website, Mobile (celular), games, WEB Tv, widgets, mídias sociais.
  • E-Commerce de ingressos, e-seasons, produtos licenciados, portal exclusivo
  • Marketing de experiência – Jogos Oficiais
  • Cartões – co-branded, benefícios, Season Ticket
  • G4 tratado como “Projeto Estratégico” Não como “comercialização de itens” 
  • Filiais – versões locais em mercados de alto interesse e baixa exploração
  • Transmissão internacional de jogos – Nogiciação individual e direta com as emissoras
  • Visão 2014 – Sub sede e/ou pré-temporada
  • Pré-temporada no exterior
  • Torneios de Base e Camps
  • Embaixadas Alvinegras
  • Museu itinerante
11) Marketing do Centenário
  • Projeto Já Começou
  • Livro 100 anos espetaculares
  • Documentário – 100 anos em preto em branco
  • Show  – O Rei e seus amigos (Grandes Artistas Brasileiros + Convidados Internacionais + Elton John)
  • Torneio Internacional – 100 anos do melhor Futebol (clubes internacionais ligados a história do Clube como Milan, Benfica, Boca Jr, Real Madrid, etc..)
  • Hotsite Santos 100 Anos
  • Revitalização do Memorial das Conquistas
  • Rodízio de Jogos + eventos locais de celebração
12) Esportes Olimpicos
  • Visão 2016 – Clube Multidesportivo
  • Geração de Valor e potencialização da Marca
13) Investimentos
  • O Santos merece um projeto de negócio para ter maior competitividade
  • Fundo para contratação de jogadores, com valores de R$20 MM a R$45MM
  • É uma Joint Venture
  • Conselho ético formado pelo clube e investidores recomenda as contratações
  • Retorno de investimento compartilhado entre clube e investidor
  • Limite de retorno para investidor
  • Lucro excedente é 100% do Santos
14) Apoios
  • Alvaro de Souza – Presidente do conselho da Gol Linhas aéreas e ex-presidente do Citibank
  • Celso Loducca – Presidente da Loducca Publicidade
  • Eduardo Vassimon – Conselho de Administração do Itaú BBA
  • Lélio Teixeira – apresentador do Na Geral da rádio bandeirantes
  • José Berenger – Vice Presidente Executivo do Banco Santander
  • Cândido Bracher – Vice Presidente do Banco Itaú
  • Walter Schalka – Presidente da Votorantin Cimentos
  • Henry Gonzales – CEO da Framcapital
  • Alvaro Simões – CEO da Impar
  • Guilherme Peirão Leal – Presidente do Conselho de ADM da Natura
  • Alex Zornig – CFO da Oi Telecom
  • Alan Goldlust – Presidente da Comexport
  • João Ayres Rabello Fº – Presidente do Tribanco – Grupo Martins
  • Fernando Egydio Martins – Diretor Executivo Santander
  • José Monforte – Presidente da Pragma Patrimonios e Membro do Conselho de ADM da Natura
  • Jair Ribeiro – Presidente do Conselho de ADM da CPM Braxis
  • Luiz Fernando Fleury – Presidente da CETIP
  • Piero Minardi – Executivo Gávea Private Equit Fund
  • Walter Zagari – Vice Presidente da Record
  • Luiz Eduardo Falco – Presidente da Oi/Telemar
Bom gente é isso… a chapa da Situação diz que tem candidato, mas ainda não apresentou, fala que tem fundo de investimento, mas não mostrou, fala que o WL vai ficar, mas ele diz que talvez pense em ficar… fica ae pra pensar!
Próximo Post eu coloco o plano de gestão do MT da ultima eleição, só pra vcs verem o que ele fez!
Té +
L. Sardim