Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘alimentação’

Fala pessoal, tudo certo!?

Vou deixar registrado para a humanidade como foi meu primeiro treino na Crossfit SP.

Passei o dia ansioso para começar a treinar, e finalmente chegou a hora de sair de casa para treinar, coloquei minha roupa d esportista e vamos que vamos!

Ao chegar na academia, achei estranho pois o pessoal estava na calçada treinando, tinham 3 máquinas de remo e uns 4 ou 5 barras de levantamento de peso e os caras mandando ver nos treinos! Lá dentro tinha uma turma que tinha acabado o treino e outra que estava começando e fiquei sentado observando, esperando chegar minha hora! Nesse tempo a galera que entrava e saía passava por mim, me cumprimentavam e seguiam fazer suas atividades, e depois de uns 10 min sentou do meu lado um carinha que tinha acabado de treinar, olha pra mim, se apresenta e fala: “Cara, hoje o treino foi pesado!”

Trocamos ideia, e descobri que ele tinha ficado parado por 3 meses devido a uma cirurgia que ele fez, e estava voltando aquele dia mesmo e conversamos sobre a adaptação ao treino, sobre várias coisas e ele me solta: “Ainda bem que eu comi bem antes de vir pra cá, se não eu estava perdido”.

Foi aí que eu lembrei que esqueci de comer, mas como já tinha jogado bola, treinado Karatê, entre outras coisas sem me alimentar, eu fiquei de boa, achei que só ia ficar um pouco fraco ou que o treino não seria tão produtivo quanto eu esperava que fosse, mas não foi bem isso que aconteceu.

O Rafa (Treinador de Crossfit) me chamou para começarmos a primeira aula fundamental de Crossfit, onde faríamos um teste de resistência e força e fizemos o aquecimento/alongamento e na sequência  já me mandou lá pra fora no equipamento de remada. Foram 500 Mts de remada em 2.4 minutos, que até agora não sei se foi bom ou não, o que eu sei é que depois de remar 200 mts eu já estava morrendo. Depois da remada, ele me deu 2 min para tomar uma água e começamos com 2 min de ABMAT, consegui fazer 19, depois o Rafa pediu para eu fazer quantas flexões de braço eu conseguia sem colocar os joelhos ou o peito no chão, não me lembro direito, mas acho que só consegui fazer 20 e não sei o tempo que levei pra isso, mas sei que não foi muito não!

Já estava morrendo essa hora! Então tive 2 minutos para descansar e tomar água, fiquei deitado por mais ou menos 1 min e fui tomar o líquido precioso, pois  mais coisas viriam! O próximo teste foi ir para a barra e me segurar o tempo que eu conseguisse, mais uma vez fiquei chateado com o desempenho, mesmo não sabendo quanto tempo fiquei pendurado lá, mas eu esperava conseguir mais! Tá segurar 97kgs não é mole não, mas sei lá, esperava mais de mim, mas até agora eu só estava com alguns músculos doendo não sabia o que vinha pela frente!

O Rafa me deu mais 2 min pra descansar, mas como eu não estava tãããão cansado assim, fiquei de boa, tomei água, dei uma volta pela academia e quando voltei, ele falou assim: “Lê, vamos fazer agora TABATA com Agachamento, você vai fazer quantos agachamentos você conseguir em 20 segundos e descansa 10 segundos, depois faz mais 20 segundos e descansa 10 segundos, faremos isso 8 vezes, ok?! É hora de dar o seu melhor!” Nessa hora veio o “sangue nos olhos” e pensei, é… vou arrebentar agora, agachamento eu consigo fazer bem feito e não tenho problemas com isso não!

Primeira série, consegui fazer 16 agachamentos nos 20 segundos, na segunda séries 15 agachamentos e eu já estava começando a me sentir mal! Na terceira série me deu uma crise de tosse que parecia ânsia de vômito, e só consegui fazer 4 agachamentos, mas a tosse melhorou, na quarta série consegui fazer 13 agachamentos e as outras eu não me lembro mais, eu sei que foram mais que 4 e menos que 10 agachamentos cada série e eu sei que quando acabei, eu desabei no chão.

Tossia muito, fiquei um tempão deitado sem conseguir me levantar, com o corpo mole, provavelmente com a pressão lá em baixo, meu coração parecia que ia sair pela boca e eu não tinha força para nada mais e consegui caminhar para outro canto da academia e colocar meus pés para cima enquanto estava deitado. O Rafa me viu naquele estado e pegou um Gatorade. Tomei e comecei a me sentir melhor, fui até o banheiro, lavei o rosto e pensei que se eu fosse embora iria melhor com o vento que iria tomar com as janelas do carro abertas! Ledo engano… essa foi uma das piores coisas que eu fiz, falei que estava bem e saí fora, acho que não tinha dirigido por 2 quarteirões e já não tinha 100% dos meus sentidos ok, estava lento, não estava vendo direito e graças a Deus o caminho estava livre! Pensei em encostar o carro em algum lugar e pedir socorro pra alguém, mas iria demorar muito até alguém chegar onde eu estava e pensei (claro, que com a minha faculdade mental avariada) que seria melhor eu seguir o caminho para casa!

Enfim, cheguei em casa bem pela Graça de Deus! A Cá estava na casa da tia dela com o Lucca, e quando vi a porta aberta não pensei 2 vezes, entrei lá e quase fui derrubado pelo cachorro, me apoiei no batente da porta e todos que estavam na sala me olharam com cara de “Vi um Zumbi na minha sala”! Só lembro da Cá me perguntar se eu estava bem e eu respondi que não e desabei no sofá, eu estava gelado, tonto e lento.

A Ninha (tia da Cá) tinha feito batata com ovo e ainda tinha um pouco na panela, foi o que me fez voltar à vida! Eu estava tão ruim que não conseguia colocar a comida na minha boca, e a Cá quem fez isso por mim. Quando já estava bem resolvemos ir pra casa onde comi um pote de Açaí pequeno com granola e fui tomar banho e dormir com uma dor de cabeça fenomenal, mas grato por tudo ter dado certo!

Resumo: Nunca vá treinar ou praticar qualquer esporte sem antes comer alguma coisa, pior ainda se for Crossfit. Em tempo, eu não comi porque eu realmente esqueci, não foi porque eu acho que perderei peso mais rápido se treinar em jejum e juro que nunca mais farei isso de novo!

Hoje, já fazem 2 dias que fiz esse treino, e minha perna está em frangalhos, estou com dores na coxa, que está difícil descer escadas, rampas e eu sei que amanhã tem treino de novo! Vamos que vamos!

Abraços

Leandro Sardim

Read Full Post »